Agora eu entendo: Wanderlust

wanderlust-travel-tag

Bom dia gente,

Eu sempre via pessoas tatuando a palavra Wanderlust, que significa aquele desejo eterno de viajar. E eu sempre achei muito legal essa palavra, afinal quem não quer viajar, todo dia se perguntarem pra mim se eu quero viajar, é óbvio que eu e muitos de vocês diremos que sim, né. É tipo chocolate, se me oferecerem chocolate hoje, amanhã, depois, eu sempre vou querer! Mas de um tempo pra cá eu venho tendo a incansável vontade de viajar, é tipo todo dia acordar e pensar, “queria estar lá”!

Na verdade comecei a sentir isso no início do ano, quem acompanha o blog sabe que eu fui pra NY em julho de 2014 com minha família, e eu simplesmente amei aquele lugar, queria muito ficar lá pra sempre. Depois em janeiro de 2015 passei 1 mês em Vancouver no Canadá, e por fim agora em Julho de 2016 passei 10 dias na Itália e França. E agora fico aqui desejando todos os dias acordar na Europa, acordar na Itália. Vocês devem estar pensando “Claro, quem não quer acordar na Europa, até eu!” Mas é diferente, a qualidade de vida é muito diferente, lá tem seus defeitos, ô se tem, a coisa mais dificil é arranjar lugar pra estacionar, você procura vaga sem brincadeira, por 40 minutos, 1 hora fácil, mas as cidades são muitos boas.

Na viagem para Roma, eu que fiz todo o roteiro, eu que pesquisava qual onibus pegar, em qual ponto descer, e é tipo, eu fico passando o trajeto sempre na minha cabeça porque eu não quero esquecer, parece que “saber o caminho” me faz sentir parte daquele lugar, e por alguma razão eu não quero perder isso. Claro, eu conheço o caminho pra determinado bairro, determinada região, e só, mas esse pouquinho que sei, é o que me sustenta, é o que me alegra. E uma coisa eu percebi, em Roma nós só andamos de onibus, pegamos o metrô só pra ir embora, já em Paris, nós andamos só de metrô, então eu basicamente não conheço a cidade, conheço a cidade subterrânea, mas eu não sei qual rua vem depois de determinado ponto, ou praça, ou loja, enfim. E talvez por isso eu não me sinto parte da cidade, confesso que minhas memórias de Paris são bem mais vagas. Em Roma fiquei 4 dias, e depois mais 1 ou 2. Em Paris fiquei 3 dias, realmente é menos tempo, mas em Roma no segundo dia eu já sabia por onde estava passando. Também tem outra diferença, em Paris, a maioria dos pontos turistico são próximo, você faz tudo a pé. Em Paris é cada um pra um lado, impossível fazer a pé, então no final você conhece todos os bairros da cidade, mas na verdade não conhece nenhum.

Enfim, já estou me prolongando, mas olha só, me empolgo tanto quando falo desses dias, desse tempo, que não canso de lembrar e compartilhar, porque só eu sei a alegria que eu tenho de ter ido lá, e eu nem acredito que isso aconteceu, sabe. É muito sonho mesmo, da minha mãe, da minha irmã e meu. Eu digo que minha mãe me acostumou mal, porque ela tem rodinhas nos pés, eu não estranharia se amanhã ela dissesse que está indo pra Shangai, não mesmo, hahahha, na verdade, hoje a realidade nossa está um pouco diferente e acho que isso seria um pouco dificil de acontecer, mas eu não estranharia mesmo!

Bom, depois desse longo texto posso dizer que hoje eu sei o que é wanderlust, acordar todos os dias e pensas “Eu poderia estar lá” “Eu gostaria de estar lá”. Mas Deus sabe de todas as coisas né.

Beijos gente, até mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: